Selecionar, escolher e confiar!

selecionar-escolher-confiar-bycreator

Se colocando como consumidor, já se perguntou?
Selecionar, escolher e confiar…

Todos somos consumidores, todos mesmo. Cada CPF e cada CNPJ. Vivemos numa era de escolhas e que muitas vezes essas escolhas podem ser mais difíceis do que parecem. São diversos produtos, marcas, vagas e profissionais disponíveis para praticamente tudo o que quisermos fazer. Se quisermos almoçar na praça de alimentação de um shopping, temos várias opções para escolher, por exemplo. Um grande desafio em relação a isso (que vai piorar) é ter confiança para a marca, seja uma empresa ou seu próprio marketing pessoal, junto ao público que se forma na sua rede. Tanto você quanto os terceiros trabalham uma troca de confiança que com o passar dos dias alguns tenderão a serem descartados ou vividos mais intensamente. Isso vale para ambos os lados, mesmo não querendo. É meio que uma das leis da vida.

Selecionamos as coisas de uma forma inconsciente, às vezes sem nem perceber que estamos selecionando. Seja ao comprar algo ou o local que sentaremos numa sala de cinema. Sempre estamos deixando algo de lado. Uma espécie de negociação, algumas vezes baseada na confiança. Fazemos isso o tempo todo com todo tipo de coisa, seja importante ou coisas banais. Escolhas e escolhas. Julgamos, analisamos, pegamos, descartamos. É algo mecânico e lógico. Você pode estar se perguntando o que selecionar, escolher e confiar tem a ver com rede de contatos. Vou te explicar e cair a fundo nesse assunto.

Acredito que seja impossível viver no mundo sozinho em completo isolamento. Seja seu mundo pessoal ou o mercado o qual você atua. É de extrema importância ter uma boa rede de contatos, também conhecida por networking. Estamos o tempo todo interagindo e nos comunicando. Nos transformamos em uma marca viva que está o tempo todo se relacionando com outras marcas em que se fortalecem, se nutrem, se multiplicam, se adicionam e vivem juntas diversos valores. Todos dependemos de contatos diários, seja com a finalidade comercial com um interesse mercadológico ou simplesmente apenas para viver feliz. As empresas vivem externamente se relacionando diretamente ou indiretamente com outras empresas, mas é o resultado de um relacionamento de profissionais que atuam nelas que as movimentam e as fazem pulsar.

Nós precisamos ter uma ampla rede de contatos e precisamos ter um bom relacionamento dentro dela. Precisamos ser gente boa. A qualidade da batida do coração de uma empresa é diretamente alinhada à harmonia e à complementariedade de competências dos profissionais que nela atuam e nós somos esses profissionais. Se somos isolados, acabamos não sendo nada. Mas se estivermos expostos e dispostos num ambiente para somar e multiplicar competências individuais, habilidades e expertises, pode ter certeza, nos tornamos grandes profissionais e acima de qualquer interesse de mercado, nos tornamos pessoas melhores. Seremos assim, profissionais que levam qualquer empresa para frente com olhos de quem vê além do sucesso.

Deixar um comentário